quinta-feira, 11 de abril de 2013

Rotina



Alguém que me devolva os pés no chão quando o meu mundo estiver revirado, que me tire da rotina dos mesmo erros, que me ensine a ceder. Alguém que me lembre do perigo que reside em meus pensamentos, que acalme meus excessos, que me faça não ter mais medo. Alguém que me proteja de mim mesmo.

- Memórias Públicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário