quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

"Onde você quer chegar"


Eu nunca fui desses que acreditam em destino. 
Nunca joguei minha sorte ao céu e esperei que caísse novamente moldada ao que me foi reservado. 
É fácil jogar suas frustrações em algo que você não conhece e atribuir a culpa na 'hora e lugar errado' ao invés de sua pouca vontade. Nada vem carregado pelo vento, não bate a sua porta e pede para entrar. Você precisa correr atrás e tudo corre a uma velocidade maior que a sua. É preciso às vezes se jogar, sem medo de se machucar, sem medo de ser visto, nem de fazer tudo errado. Feridas se cicatrizam e ninguém sabe o que se passa dentro de você, então não de ouvidos à quem pouco lhe acrescentará, à quem diz que não dará certo e que você não sabe o que faz. 
Eu também nunca fui desses que procuram um sentido. Encontros casuais existem a todo o momento, mas se você não quiser, eles não significarão nada além disso.
Você pode dizer o que quiser e fazer o que quiser, mas o único obstáculo que existe é o que se constrói dentro de si mesmo. A única pessoa que te atrapalha é a que você vê refletida no espelho todos os dias pela manhã.
O seu único destino é escolher onde você quer chegar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário