sexta-feira, 27 de abril de 2012

Eu não te peço muito

Só não desista de nós.
Não fuja para longe de mim.
Não desvie os seus olhos dos meus.
Nem segure a voz se estiver com raiva de mim, grite, brigue, só não fique calado.
Só não se afaste, não leve de mim a minha melhor parte.
Não feche essa porta.
Eu não quero mais sofrer.
Eu estou cansado de ser forte, de fingir que tudo está bem.
Não me faça te ver partir, não abra esse vazio.
Só não me dê mais motivos para chorar.
Não corra para o outro lado da rua.
Só segure minha mão, aceite, apenas aceite.
Eu nunca vou ir. Eu nunca vou te deixar.
Não tenha medo.
Eu não te peço muito. Não te pedirei nunca. Nada além do que você não possa dar.
Apenas ame e se deixe ser amado.
Só não desista de nós. Por favor não desista.
Não precisa olhar muito longe para perceber que tudo que precisamos está aqui, em nós mesmos.
Eu não quero ir onde você não estiver.
Só me acompanhe. Por favor me acompanhe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário