sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Alegria



Eu vou buscar alegria, onde ela estiver, e se não a encontrar então eu vou fugir, quase que como uma criança quando corre de algo que lhe dá medo. Eu vou procurar a alegria, sem deixar que nada me entedie, nada me tire um sorriso, nada me faça discutir com alguém, eu vou buscar a felicidade como um filhote procura o leite, dando tropeçadas e caindo de cara no potinho. Eu vou atrás da paz, da tranquilidade de dias quentes, chegar em casa com uma sensação de realização, sem medo de acordar para mais um dia e depois mais um e outro logo em seguida. Eu quero a novidade, o inesperado, o olhar desconfiado com um pouco de ansiedade diante do desconhecido.
Eu quero sempre o brilho nos olhos, a energia na voz, o peito estufado, os pés descansados, o sorriso na boca e a mão sempre estendida.
Viagem sem roteiros, filme sem sinopse, cozinha sem receita, meu cachorro sem coleira, contentamento sempre contente.
Eu quero o que muitos dizem não existir.
No fim, eu quero Ser mais do que Ter.
Porque eu sempre procuro as mesmas coisas, às vezes desvio o caminho, com frequência me perco. Mas sempre quando paro para me localizar, eu traço a direção da minha paz novamente.




Vamos fazer desse ano, o ano de mudanças e do começo das muitas realizações dos nossos sonhos e planos, para que não cheguemos em dezembro e nos decepcionemos com nós mesmos.  Eu quero chegar no fim do ano e poder escrever que eu fiz o que queria e poder compartilhar isso com vocês.


Aquele abraço.


♪ Ouça: Morada - Forfun

2 comentários:

  1. Escrever esse texto em plena sexta feira 13. Interessante.
    Mas o texto diz exatamente o que estou pensando.
    Muito bom mesmo.
    Gosto dos textos do seu blog. ;D

    ResponderExcluir
  2. o texto já tava escrito rs só revisei e coloquei a foto hoje haha
    que bom, que seja mais um empurrãozinho pra você
    e fico feliz que goste ^^

    ResponderExcluir