sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Você já não vai voltar.


Durante algum tempo eu senti tanta raiva por você ter me abandonado, por ter ido sem me avisar. Por algum tempo eu não te perdoei por ter desistido de nós, por ter desistido de si mesmo e principalmente por ter desistido de mim. Durante algum tempo eu achei que mais cedo ou mais tarde você voltaria, que eu atenderia o telefone e ouviria sua voz, que em algum momento eu acordaria e você estaria novamente ao meu lado, abrindo a cortina e me dizendo: 'Acorda amor já está tarde para dormir, ou Quer ficar na cama tudo bem, mas vamos fazer coisa melhor então' Durante algum tempo eu não pude aceitar que para o lugar que você foi eu não podia te chamar, você não mais atenderia as minhas ligações e nem enxugaria minhas lágrimas. Durante algum tempo eu não quis aceitar que eu estava sozinho, que a dor que eu estava sentido você não poderia curar. Durante algum tempo eu não pude aceitar que você nunca mais voltaria nem para mim, nem para ninguém que te ama. E isso, isso eu ainda não consigo aceitar. E talvez, eu nunca consiga. Dá para se conviver com a dor, mas isso não à torna menor. Eu sinto tanta saudade, eu te amo.

Um comentário:

  1. Ow... tem coisas que você escreve, como este texto, que é muito para mim. Me identifiquei muito com ele.

    ResponderExcluir