segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Minha carta de adeus

Esse finalmente é um adeus, durante todo esse tempo eu lutei para que fosse um até logo, ou um 'eu sei que você vai voltar' mas agora eu compreendi, aceitei que infelizmente o que você tinha a me oferecer, não era o que eu queria receber.
Você pode não entender agora, mas meus sentimentos, aqueles puros e verdadeiros não mudaram, e nunca irão mudar, eu realmente quero que você seja feliz, quero que você consiga tudo que sonha e batalha para alcançar, espero que você seja um bom pai, um bom marido, enfim, a boa pessoa que você é. Espero que seus sonhos se realizem e que você se sinta completo, que nunca mais conheça a tristeza que um dia me contou que já sentiu. Espero que tanta coisa boa aconteça com você, de verdade é o que eu quero, todas as coisas que eu sempre quis. Mas agora tem uma diferença, eu já não quero estar perto quando tudo isso acontecer, não quero ser eu a sua companhia quando a felicidade bater, não quero eu compartilhar isso com você. Quero sim que ela chegue para nós dois e como eu quero, mas para cada um de maneira diferente e separadamente.
Já não vejo meu futuro com você presente, já não vejo seu rosto ao meu lado quando acordar, nem sinto seu corpo no meu ao dormir.
Isso finalmente é uma carta de adeus, já não é mais um até logo.
Meus planos tive que mudar, já que em quase todos eles você estava presente, mas isso não dói mais, entendi que existem amores que nascem para nos fazer acordar, para nos mostrar quem nós somos para nós mesmo, e à você eu devo tanto isso, você me fez me ver, você realmente me fez acordar do lugar onde eu estava dormindo.
Eu quero que a vida seja generosa com você, espero que você ame sem limites, e que dessa maneira você possa ser amado.
Espero que encontre a pessoa que possa dividir a vida, que compartilhe as alegrias de um lar, que divida com você o que você acha pesado de carregar, eu sei que encontrará, mas o que eu mais espero é que você ache a coragem que nesse mundo é exigida de nós, que você entenda que nossa cara é dada a tapa todos os dias, e só é corajoso e feliz de fato que não à esconde com medo de doer, você sabe do que eu estou falando.
Essa finalmente é minha carta de adeus, e não pense que foi fácil, entender, isso sim é fácil, o difícil é aceitar, e foi difícil, mas acho que consegui, porque agora já não estou chorando ao lembrar de você.
Essa finalmente é minha carta de adeus...

Nenhum comentário:

Postar um comentário