terça-feira, 9 de junho de 2009

Com a inconstância dos pensamentos. Desordem das vontades. Equilibra-se sobre o que acha ser certo. Os dias continuam passando, as pessoas continuam levando sua vida e cada vez mais rápido. O mundo não para quando se está cansando. O transito não muda quando se está com pressa. A fome não passa só de olhar para a comida. Esconde a raiva e prende a tristeza, mas continua sempre a frente. Impossibilitando a perda de um tempo que não volta mais. Que talvez não volte mais.

2 comentários:

  1. Quanta diferença marcada por tanta similaridade, o hj não mudou o ontem, em td que falas transmite num tom pessoal a semelhança do que parece ser tão oposto entre vc e eu, a diferença está no tempo, espaço, e circunstancias; na diferença entre oque não teve escolha (a vida impôs), com o que pode escolher e tem um baluarte do lado A que te protege e que te fez homem e vive por vc!
    Embora vc não tenha se deparado com o que faz a diferença e se torna o sentido de tudo, podes ter certeza existe, não sei dizer-te oque seja a supremacia de tudo, pois tambem não pude visualizar, mas de uma coisa tenho certeza que passa pelo caminho do poder restaurador e supremo do Amor!
    Eu!

    ResponderExcluir